Quinta-feira
24 de Maio de 2018 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:

Pleno aprova resolução que cria o Escritório de Processos de Trabalho do TJSE

Em sessão administrativa realizada no último dia 09/05, o Pleno do TJSE aprovou, por unanimidade, a Resolução nº 10/2018 que institui o Escritório de Processos de Trabalho (ECPR) no Judiciário sergipano. Com a publicação da resolução no Diário da Justiça do dia 10/05, o TJSE incorpora a cultura da Gestão de Processos às suas rotinas de trabalho, com objetivo principal de aumento de produtividade, padronização, racionalização e otimização de recursos. A criação o ECPR trará ganhos consideráveis na operação administrativa do TJSE, pois os processos de trabalho serão mapeados e conhecidos, suas atividades poderão ser analisadas e aprimoradas. “Com a instituição do ECPR, existirá uma equipe permanente apta a promover a comunicação com os gestores e servidores deste Tribunal que necessitem de consultoria, apoio ou suporte em relação a utilização das técnicas de mapeamento e modelagem dos processos de trabalho do seu respectivo setor e, consequentemente, poderá sugerir melhorias nos métodos de trabalho. A gestão por processos favorecerá a aplicação dos conhecimentos sobre gerenciamento no âmbito do TJSE e tornará evidente a evolução da instituição no sentido de orientar e padronizar seus processos de trabalho, de modo a preservar a memória institucional do Tribunal, além de propiciar aos gestores/servidores uma visão ampla e pormenorizada dos processos de trabalho dos seus respectivos setores”, explicou o Presidente do TJSE, Des. Cezário Siqueira Neto. Segundo o Diretor de Planejamento do TJSE, Felipe Prudente, “com o mapeamento das atividades uma representação gráfica mostra onde começa o processo, por onde ele passa e onde termina. Demonstra também o que deve ser feito nesse trâmite e como. Ou seja, ele desenha o que deve ser feito para que se chegue ao objetivo final. Dúvidas do tipo 'como fazer’ e ‘por onde começar’ não mais farão sentido”. Toda a documentação relativa ao Escritório de Processos de Trabalho e sobre a metodologia da Gestão por Processos, bem como os mapeamentos das unidades administrativas estarão disponíveis para toda a sociedade no Portal do ECPR, que será brevemente lançado. “O Portal servirá como uma central de conhecimento sobre os processos de trabalho do TJSE. Lá, toda a população, servidores e magistrados poderão conhecer como são desenvolvidos os serviços da nossa Justiça, com o mapeamento de persas rotinas administrativas de trabalho”, concluiu o Diretor de Planejamento do TJSE. O desenvolvimento das atividades do Escritório de Processos de Trabalho propiciará vários benefícios para o TJSE, tais como: 1. Fortalecer o planejamento: O ECPR visa atingir os objetivos previstos no mapa estratégico deste Poder, aproximando-se da visão e missão institucional, garantindo um modelo de gestão voltado para a melhoria contínua do trabalho desenvolvido; 2. Prever melhoria contínua: a capacitação de servidores quanto ao mapeamento e o redesenho de processos permitirá que cada área, setor ou órgão possa, diariamente, aperfeiçoar e rever seus processos de trabalho; 3. Valorizar a transparência: a gestão se tornará mais dinâmica e transparente perante a sociedade, uma vez que os processos de trabalho serão pulgados, bem como o resultado da medição e controle de desempenho da eficiência e eficácia de cada processo de trabalho; 4. Reforçar a memória institucional: o Escritório de Processos de Trabalho tem como objetivo central a articulação das ações de gestão por processos de trabalho, tornando-os perenes na organização; 5. Estruturar sistemas corporativos: a modelagem de processos de trabalho permite que esse fluxo passe a ser um requisito de software, de modo que o desenvolvimento das funcionalidades apoie o processo de trabalho melhorado, além de permitir a priorização dos processos de trabalho mais importantes de serem automatizados; 6. Reduzir Custos: Na análise dos processos de trabalho, alguns objetivos incluem a identificação de desperdícios, de recursos mal empregados e de fatores que influenciam na produtividade de forma negativa. Com a otimização de processos, essas falhas são corrigidas e, com isso, os custos acabam sendo reduzidos, seja através da eliminação de desperdícios, seja pelo aumento da produtividade ou pelo melhor direcionamento dos recursos da instituição. Importante salientar que, nesse primeiro momento, os processos judiciais não serão objeto do ECPR devendo o foco ser mantido apenas na área-meio, ou seja, nos processos de trabalho executados pelas áreas administrativas
11/05/2018 (00:00)
Visitas no site:  2034
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.