Quinta-feira
24 de Maio de 2018 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:

Manhã de história e literatura no Memorial atraiu estudantes

Dando continuidade às atividades do Projeto “Formando Cidadãos”, trinta e um alunos do 6º Ano do ensino fundamental da Escola Municipal Neuzice Barreto, conheceram na manhã desta segunda-feira, 14/05, os ambientes, a estrutura física e os objetos que compõem o acervo do Memorial do Judiciário, bem como a história do Judiciário sergipano e sua importância para a sociedade. A oportunidade, organizada pela diretora do Memorial do Judiciário, Juliana Barretto, visa proporcionar aos alunos de escolas públicas e particulares conhecimento sobre a estrutura e funcionamento do Judiciário sergipano, bem como a promoção de uma política educativa para a formação de cidadãos. “É uma continuidade do Projeto que já vem sendo realizado aqui com estudantes objetivando promover uma reflexão sobre vários temas. Na manhã de hoje, além de conhecerem toda a história da Justiça sergipana por meio do nosso acervo e ainda a estrutura do local, eles terão uma aula com o nosso colega, poeta e escritor, Ronaldson Sousa, sobre a importância da literatura e da arte com enfoque em poemas”, disse Juliana. A importância do Memorial como patrimônio cultural e artístico e a história do Judiciário foi vista como um incentivo para novas gerações, além de fonte de aprendizado, segundo informou a professora da referida escola, Cenira Cavalcante. De acordo com ela, a inciativa do TJSE em promover essas visitas é louvável e de grande proveito para a comunidade escolar. ”A intenção de momentos como estes é a melhor possível. Aqui os estudantes podem aprender um pouco mais da nossa história, principalmente da nossa Justiça e aplicar este conhecimento na sala de aula”, enfatizou. A aluna do 6º ano A, Rosimery Oliveira dos Santos, 12 anos, disse que gostou muito do Memorial. “Aprendi muitas coisas do passado. Foi a primeira vez que vim aqui e com certeza vou aproveitar muito tudo o que vi aqui em termos de história do nosso passado”, comentou satisfeita a estudante. Letícia Rodrigues, outra estudante da mesma série, disse que a visita foi bastante interessante e que não sabia da existência do prédio e de toda a sua história bem como os fatos ocorridos no passado no local. “Vou guardar tudo que aprendi aqui para usar nos meus estudos”, disse. Além da história passada no local, os estudantes tiveram um momento de descontração em torno da literatura, da arte e suas nuances. O momento foi proporcionado pelo servidor, poeta e escritor, Ronaldson Sousa, que disse ser esta, mais uma oportunidade de passar aprendizagem em torno da poesia através de peças importantes da Literatura Brasileira
15/05/2018 (00:00)
Visitas no site:  2033
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.